segunda-feira, maio 22, 2006

Malmequer Bicreta

Na Conservatória do Registo Civil um angolano residente em Portugal quer registar o seu filho recém-nascido:
- Bô dia! Eu quer registrar meu minino que nasceu otem.
- Muito bem. O seu filho nasceu ontem, é do sexo masculino... e qual é o nome?
- Marmequer Bicicreta.
- Desculpe?! Quer chamar ao seu filho Malmequer Bicicleta?!
- É.
- Desculpe, mas não posso aceitar esse nome.
- Não pode porque tu é racista! Si meu minino fosse branco tu punha.
- Não tem nada a ver com racismo. Esse não é um nome admitido em Portugal.
- Tu é racista. Si meu minino fosse branco tu punha esse nome a ele. Tu não põe porque meu minino é preto.
- Já lhe disse que não tem nada a ver com racismo. Malmequer Bicicleta não é nome de gente.
- Ai não?! Então porque é que tu tem uma branca chamada Rosa Mota?

1 comentário:

Ambientalistas da Amadora disse...

MASSA CRÍTICA
26 MAIO 2006

18H00 – LISBOA, Marquês de Pombal
18H30 – PORTO, Praça dos Leões

A Massa Crítica (também designada de Bicicletada) está inserida no contexto de um movimento internacional de nome “Critical Mass”, iniciado em São Francisco há já 10 anos. A ideia consiste em realizar um passeio lúdico e reivindicativo de bicicleta pelas ruas da cidade. Neste passeio os participantes divulgam de maneira criativa o uso de bicicletas e protestam contra o uso abusivo de transportes poluentes.

No mês de Abril dezenas de ciclistas irão pedalar em Lisboa e Porto pela Liberdade e Revolução nas Estradas, incentivando o uso de bicicleta como meio de transporte ecológico.

Objectivos:
1. Divulgar e promover o uso da bicicleta como meio de transporte;

2. Criar condições favoráveis ao uso da bicicleta como meio de transporte;

3. Tornar mais ecológicos os sistemas de mobilidade e transporte.

Resumo dos Princípios:
Não há hierarquia de cargos. As decisões são tomadas por consenso. A Massa Crítica é um movimento apartidário e não comercial. A participação é aberta a qualquer pessoa ou entidade que esteja de acordo com os objectivos do movimento. Para participar na Massa Crítica basta comparecer no local combinado, no dia e hora marcados com a sua bicicleta, skate ou patins. Não é preciso fazer qualquer tipo de inscrição ou pagar qualquer taxa. Os roteiros são decididos na hora e podem ser realizados por todos, inclusive principiantes. Pode trazer seus próprios panfletos, cartazes ou faixas ou usar os já existentes. Se é automobilista e não pode participar da Bicicletada pedalando, o seu apoio também é bem-vindo, seja divulgando a causa, seja respeitando o ciclista no seu dia a dia.

Para mais informações visite
http://massacriticapt.net